CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fernando Pellisoli
Sou o Poeta da Loucura da Pós-modernidade
Textos

47. ISENÇÃO DE IMPOSTOS


Primeiramente, eu quero abordar as sonegações destes impostos comerciais e empresariais: as notas fiscais, que são obrigatórias as suas emissões, costumam não ser usadas; pois é através dos recibos corriqueiros que ocorre a sonegação... É necessário se conseguir uma postura ética, encontrando um meio eficaz de neutralizar a sonegação dos impostos...
A idéia dos sonegadores é que não vão pagar impostos a governos corruptos: ou seja, as empresas não querem dar um pouco dos lucros das suas atividades para as mãos sujas dos nossos governantes; que deveriam dar os seus exemplos...
Em se tratando do novo Sistema Ecomunitarista, as vis sonegações brasileiras vão deixar de existir; pois os nossos impostos serão supervisionados pelo povo brasileiro: todo o dinheiro arrecadado dos impostos será controlado e bem distribuído aos interesses comuns das Ecomunidades...
As microempresas e as pequenas empresas, com capitais de giro insuficientes para gerir lucratividade, ficarão isentas de pagar imposto de renda; ficando percebível a pretensão do Ecomunitarismo em incentivar a criação de empresas... Mas é bom entender que aquelas empresas, com fachada de micro, serão obrigadas a pagar ao Estado os devidos impostos...
As grandes empresas e os grandes grupos empresariais terão que arcar com as maiores fatias do imposto de renda: quanto maior a lucratividade de uma empresa, maior será a sua porcentagem ao Estado Ecomunitário Federativo... As médias empresas, é evidente, pagarão muito menos...
No que tange às pessoas físicas, os sistemas não serão diferentes: a classe pobre ficará isenta de impostos; a classe média pagará impostos proporcionais a seus ganhos; a classe rica pagará impostos proporcionais a seus ganhos... É, pois, conforme o valor salarial de cada pessoa, que os impostos podem aumentar ou diminuir: quanto mais se ganhar, mais aumentarão os impostos a serem arrecadados...
O jogador de futebol que ganhar R$ 4.000.000,00 por mês terá que pagar uma quantia bem elevada de impostos... É a lei da lógica que me faz escolher desta maneira justa... Essa mania de levar vantagem em tudo, que o brasileiro adquiriu com o jogador da seleção Gérson, deve ser eliminada...
Só um mundo novo, com idéias Ecomunitárias, pode traçar um novo perfil psicológico ao nosso povo sofrido... É de a minha decisão intelectual propor uma sociedade equilibrada e mais espiritualizada; destruindo o materialismo cético...
Eu quero liberdade de expressão ao meu povo; e não esta libertinagem de seduções cada vez mais perigosa: poder falar um monte de asneiras contra as pessoas nunca será liberdade de expressão em nenhum país do mundo...
Seremos responsáveis pelos nossos destinos, pois será elementar o nosso desejo de pagar os nossos impostos; mas nós seremos eternos vigilantes do uso dos nossos impostos...
Pensem na sorte que teremos em ser o primeiro povo a comandar os seus próprios destinos; sem a representação lucífera dos politiqueiros demagogos da vil Ideologia...

FERNANDO PELLISOLI
Enviado por FERNANDO PELLISOLI em 08/04/2011


Comentários