CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Fernando Pellisoli
Sou o Poeta da Loucura da Pós-modernidade
Textos

10. SAÚDE


Quem não sabe que a saúde pública no Brasil é muito precária, e que os hospitais públicos, desaparelhados em aparelhagens tecnológicas, desatendem? E que a inexistência de médicos mata milhões de doentes, que ficam deitados no chão dos hospitais a gemer de dor; e a mercê da sorte...
Esta situação caótica parece agradar-nos aos governos de base elitistas; pois o próprio Lula (dito como o melhor presidente de todos os tempos) sustentou esta ineficiência da saúde brasileira: com certeza, ele cuida da sua saúde nos hospitais e nas clínicas particulares – com médicos de grande competência e renomados... Pois quem tem dinheiro para pagar, no Sistema Capitalista, tem à disposição os melhores médicos do mundo em hospitais rigorosamente amplos, informatizados e tecnológicos... Mas a maioria do nosso povo brasileiro não dispõe de dinheiro para pagar hospitais especializados; pois que a sua saúde encontra-se às traças...
O governo Mal do Lula, através duma democracia-representativa, não soube cuidar dos anseios clínicos do povo brasileiro; porque representou a elite brasileira, os grandes banqueiros e os grandes grupos empresariais: afinal são estes a garantir o maior tempo desta propaganda eleitoral aos amasiados ao poder antidemocrático e enganoso...
No Sistema Ecomunitarista, a saúde será estatizada de forma ampla e irrestrita, tanto que não teremos mais casos de inoperância hospitalar identificado no Brasil... Na democracia-direta é o povo o grande soberano político; pois que não pode haver desleixo com a saúde pública da nação brasileira... O Ecomunitarismo está vindo para demonstrar que há imensas possibilidades de convívio social mui salutar entre as classes sociais, sem que haja desequilíbrios orgânicos desastrosos... E que tal qualquer pessoa ter a possibilidade de dispor, a qualquer momento do dia ou da noite, de um belo hospital, com todas as garantias de um excelente atendimento médico-hospitalar? O povo é o patrão no Sistema Ecomunitarista!
O Estado Ecomunitarista Federativo tem a obrigação de oferecer ao povo brasileiro as garantias dos seus direitos fundamentais; pois o povo é quem manda na democracia-direta... Não podendo deixar por menos, escrevo este tratado político ciente de que tenho a imensa missão de unificar os povos ecomunitaristas; pois que a nossa humanidade, na nova era espiritual, passa por um processo de regeneração, e Deus quer por ser bom humanizar-nos, civilizar-nos e, sobretudo, solidarizar-nos através do poder infinito do amor ao próximo e da moralizante caridade de se disseminar o Bem...
Somente as forças lucíferas podem tentar deter o avanço do Sistema Ecomunitarista; pois as pessoas de coração bom e de pensamentos justos não poderão desagradar-se desta maravilhosa organização muito socializada do sublime Ecomunitarismo... E que venha a esperada pacificação! Não descanso há contar os dias em ver o meu povo no poder... Pois podem botar olho gordo e invejar o meu Sistema; pois é na força do pai da justiça que eu tenho dito tantas coisas...

FERNANDO PELLISOLI
Enviado por FERNANDO PELLISOLI em 03/04/2011


Comentários